A VOZ DA TERRA

O empreendimento “A Voz da Terra” é uma rádio comunitária que foi idealizada em 2008, com a proposta de ter um veículo de comunicação em Matarandiba, onde os moradores da localidade fossem os responsáveis por estar levando informação e entretenimento para a comunidade, contribuído assim para o desenvolvimento local.

Em 2012, uma proposta apresentada pela Incubadora de Economia Solidária (ITES) a um edital para redes da Secretaria do Trabalho Emprego Renda e Esporte do Governo da Bahia (SETRE), foi aprovada. A partir desse recurso foi possível dar os primeiros passos para a implantação de uma rádio poste na comunidade.

Após compras dos equipamentos de som, iniciaram-se as oficinas sobre rádio comunitária no espaço da Associação Comunitária de Matarandiba (ASCOMA), para que os jovens tivessem a oportunidade de participar de um empreendimento de comunicação, tendo como base a educação e formações políticas sobre desenvolvimento local sustentável.

Em meados de 2012, a rádio foi ao ar, como teste para que a comunidade pudesse opinar como gostaria de ver sua rádio funcionando. A comunidade participou, dando diversas sugestões. A partir deste experimento, ela vem funcionando durante três horas e meia, diariamente, de 08h30min as 12h00minh.  Ainda com pouco tempo de duração, se comparado a outras rádios comunitárias, mas com uma qualidade que é elogiada pelos ouvintes.

O grupo atualmente é composto por quatro pessoas, sendo dois agentes e dois colaboradores, todos são responsáveis por realizar pesquisas de textos e músicas, produção de mensagens e vinhetas. Entretanto, somente os agentes fazem a elaboração dos programas.

Existe um esquema de rodizio, ficando sempre um agente e um colaborador na rádio, que são responsáveis pelas atividades do dia. Somente os agentes são remunerados a partir de um apoio do projeto Economia Solidária e Sustentável de Matarandiba (ECOSMAR), que é conveniado com a Dow Brasil. Essa remuneração é feita com a finalidade de viabilizar a continuidade do funcionamento da rádio dentro da comunidade. Já os colaborares são voluntários, sendo assim não recebem nenhum tipo de ajuda financeira, estão inseridos naquele contexto com a finalidade de aprender sobre o trabalho desenvolvido pela rádio e dominarem esse conhecimento.

Segundo relato dos integrantes, a rádio vive hoje o seu melhor momento, com uma grande diversidade de músicas, rádio novela, e programas como: “Matarandiba Bem Informada”, que é veiculado todas as segundas, terças, quintas e sextas-feiras, falando sobre cidadania, educação e lazer. Existe o programa “Bela Mulher”, todas as quartas falando sobre saúde da mulher, dicas de culinária e dicas de beleza. Os agentes são responsáveis por esses programas e são os apresentadores e os colaboradores dão suporte.

A voz da Terra também atua no ramo de propagandas para os comerciantes da localidade e autônomos, com valores bem acessíveis que variam de R$ 10,00 a R$ 30,00, sendo que existe desconto para quem usa a moeda local, nomeada de concha, para que todos possam ter acesso a esse tipo de serviço. Essa receita é revertida para pagamento da manutenção da própria rádio.

O empreendimento, além dessas atividades citadas a cima também desenvolve um trabalho educacional sem fins lucrativos na comunidade com crianças de 06 e 14 anos, fazendo formações sobre rádio comunitária, onde explicam como se portar em uma rádio, como fazer pesquisas e textos e reforçam a importância da eterna busca pelo conhecimento. Esse tipo de atividade acontece uma vez por semana. A partir desse trabalho, pretendem futuramente ter um programa infantil apresentado por uma criança, uma vez na semana com duração de 5 minutos.

A Voz da Terra é um empreendimento que faz parte do projeto ECOSMAR, além de receber assessoria do Cesol3, também conta com a assessoria da Incubadora Tecnológica de Economia Solidária – ITES, ligada a escola de administração da UFBA, onde técnicos e estudantes desenvolvem alguns trabalhos nas áreas de gestão e técnicas dos empreendimentos. O empreendimento também recebeu equipamentos através do projeto “Mão Amiga”, também financiado pela SETRE.

A voz da terra é um grupo que tem total incentivo da comunidade local. Os moradores elogiam e inclusive revelam o desejo de que o grupo possa estar mais horas no ar, ampliando a sua programação e levando informação, alegria e entretenimento para Matarandiba.





Endereço: Rua das Flores, s/n, Matarandiba, Vera Cruz, CEP 44.470-000

CONHEÇA TAMBÉM